Diferença dos vidros comum, temperado e laminado

Apesar de serem esteticamente parecidos, o vidro comum, laminado e temperado possuem características distintas. Conhecer as particularidades de cada modelo é essencial, tendo em vista que, dessa forma, conseguimos empregar o tipo de vidro certo em cada aplicação, garantindo melhor desempenho, estética, funcionalidade e segurança aos usuários. Acompanhe esse texto para saber a diferença dos vidros comum, temperado e laminado.

Comum, laminado ou temperado?

Os vidros comum, laminado e temperado são os mais populares da indústria vidreira. Devido às suas particularidades distintas, em determinadas aplicações – como na arquitetura e construção civil - o uso de cada modelo é regulamentado pelas normas da ABNT. Sem mais delongas, vamos saber a diferença dos vidros comum, temperado e laminado.

- Vidro comum

O vidro comum é o mais popular dos tipos de vidro. Além de ser amplamente utilizado na arquitetura e construção civil, decoração de interiores e outros segmentos - como a indústria moveleira, os vidros comuns também servem de matéria prima para a fabricação de vidros com outras tecnologias (inclusive o laminado e o temperado).

O vidro comum não passa por grandes beneficiamentos e, apesar de duro, cristalino e impermeável, apresenta menor resistência mecânica e pode gerar riscos físicos aos usuários em casos de quebra, tendo em vista que ao se partir oferece grandes lâminas pontiagudas capazes de causar ferimentos sérios nas pessoas ao redor.

- Vidro laminado

Devido às suas qualidades distintas o vidro laminado é considerado vidro de segurança. Esse modelo pode ser utilizado em praticamente todas as aplicações do vidro, pois oferece resistência mecânica elevada e proteção aos usuários em casos de estilhaçamento. Os vidros laminados podem ser cortados e são alternativas para criação de projetos inovadores, funcionais e seguros.

A resistência e proteção do laminado está presente graças a seu modo de fabricação, que se utiliza de duas (ou mais) placas de vidro comum unidas através de uma película especial. A junção das placas de vidro trás resistência mecânica, enquanto que a película impede os cacos de se espalharem pelo chão e mantém aquele determinado vão fechado até a manutenção da placa de vidro.

- Vidro temperado

Ainda comentando sobre a diferença dos vidros comum, temperado e laminado; o vidro temperado também é classificado como vidro de segurança devido às suas qualidades ímpares. São indicados para aplicações que exigem maior resistência mecânica, já que o modelo é, em média, 05x mais resistente que o vidro comum.

Além disso, nos raros casos de quebra o vidro temperado se parte em pequenos pedaços não pontiagudos, o que praticamente anula a ocorrência de acidentes sérios. Interessante, não? Vale destacar que o processo de fabricação do vidro temperado não permite que o mesmo sofra cortes ou furos, ou seja, as medições devem ser cirúrgicas.

- Vidro laminado de temperado

É possível unir as principais características do vidro laminado e vidro temperado em um só elemento. O vidro laminado de temperado é composto por duas (ou mais) placas de vidro temperado unidas por uma película especial. A composição oferece ainda mais resistência mecânica e, ao se estilhaçar, não espalha os pedaços de vidro pelo ambiente.

E então? Conseguiu compreender a diferença dos vidros comum, temperado e laminado? Deixe nos comentários mais alguma observação que ficou de fora do texto! Não se esqueça de que a Lukk oferece as principais tendências de decoração com vidro disponíveis no mercado. Acesse nosso site e seja seu próprio decorador!

Voltar ao topo